Papo Lendário #85 — A Clássica Ilíada do Lendário Homero

Escritos Lendários – As 241 Histórias de Sahrazad
03/08/2013
Papo Lendário #86 — Hare Hare
27/08/2013

Nesse episódio o Papo Lendário volta das férias. Leonardo Henrique, Juliano Yamada, Nilda, e Pablo de Assis conversam sobre a obra Ilíada.

Conheça a história desse clássico.

Veja quem foi, ou quem poderia ter sido Homero.

Entenda o tipo de herói que é Aquiles.

Perceba como os deuses gregos conseguem ser filhos da p#[email protected]

Musica Final: Achilles — Jag Panzer

LINKS:

Papo Lendário sobre A Guerra de Tróia

Escritos Lendário sobre A Guerra de Tróia

Os poemas foram lido pela Debie Debruxa, visite o telhado dela lá no Telhado da Miau
————————————————————————————————————————————————————————–
Padrim do Mitografias

  • Augusto Tenório

    Aêêêêêêêê, finalmente saiu mais um PL

  • Ae!! Demorou!! Vou ouvir!

  • alexandre buhler

    Opa 😀 Um papo lendário quentinho recém saído da forna mitologica

  • Mateus Salvador

    Parabéns por mais um cast, galera! Já não aguentava mais esperar.

  • Degas

    Espero um ótimo episódio.

  • Gabriel Rodrigues

    Finalmente saiu mais um papo lendário!!
    Sobre os mirmidões, estes não eram apenas soldados comuns que serviam apenas de volume às tropas gregas, mas uma espécia de tropa de elite comandada por Aquiles.
    A origem destes soldados é a ilha de Egina, que, após ser assolada por pragas enviadas por Hera, pois o nome da ilha era uma homenagem à amante favorita de Zeus, teve sua população dizimada. O rei Éaco, desolado, vai a um altar dedicado a Zeus e pede para que ele devolva seu povo. Zeus atende o pedido de Éaco e transforma as formigas que estavam em um carvalho sagrado próximo ao altar em homens, daí a origem do nome mirmidões (myrmex – formiga). Assim a ilha passou a ser habitadas por homens dedicados, trabalhadores e diligentes como as formigas.
    Ironicamente, Éaco e seus mirmidões ajudaram Poseidon e Apolo na construção das muralhas de Troia.

  • Carol Fagundes

    Gostei muito da participação da Nilda.

  • Nilda

    Gabriel:
    Bem lembrado a questão dos mirmidões. Havia esquecido que eram considerados excepcionais.

    E melhor lembrado ainda que Poseidon e Apolo ajudaram na construção da muralha de Tróia!
    Não foram gigantes, mas deuses e um humano que construíram a muralha que cercava a cidade.

    e Carol:
    que bom que gostou da minha participação.
    🙂

    (Se bem que isso agora dá mais argumentos para o Leonardo me convocar para as gravações. Devia ter lido a letras miúdas do contrato….)

  • Ohayou, mitografudos e mitografuda;

    Excelente episódio.
    A história não é lá uma graaaaaande novidade para o público geral mas eu me espantei bastante ao ver que o filme com o Brad Pitt era assim tão parecido com a lenda “verdadeira”.
    Imaginei que a lenda real fosse bem mais obscura que a versão que todo mundo conhece, mas acabou que ela é bem similar.

    Mais um episódio fantástico de vocês.

    Meus parabéns!! Continuem com o excelente trabalho e chamem a Nilda pra participar mais vezes… Ela manda bem.

    Um forte abraço a todos;
    Ja ne! ˆ_ˆx

  • Luiz Teodosio, 23 anos, Rio de Janeiro

    Finalmente comecei a ouvir esse podcast que fora compartilhado pelo host do Cabuloso Cast no facebook há algum tempo. Comecei por esse episódio porque TENTEI ler a Ilíada no curso de Grego na faculdade de Letras no ano retrasado. Mas não foi um tipo de leitura que consegui manter um certo ritmo até o final, fui até mais ou menos o canto III. Eu gostaria de tirar uma dúvida. Por enquanto, meu interesse na obra é mais voltado para o enredo. A leitura em versos é um pouco cansativa, então queria saber se há alguma versão em prosa bem recomendada.

    Abraços.

  • Nilda

    Luiz:

    Se o seu atual interesse é apenas conhecer o enredo da Ilíada posso indicar 2 livros: 1º – Ilíada, a Guerra de Troia, do M. Stephanides, que já resenhei e o link está no post deste episódio
    2º Ilíada – Narrativa – da coleção Clássicos de Bolso, da Ed. Ediouro. (infelizmente descobri que está fora de catálogo, mas não deve ser difícil de ser encontrado em sebos)

    Não posso afirmar que são as melhores traduções, mas com certeza a narrativa é muito boa e prende a atenção. A primeira vez que consegui ler a Ilíada foi nesta edição da Ediouro, justamente por não ser em versos. E o
    livro do Stephanides foi onde consegui ter um bom panorama da Guerra de Tróia.

    Espero ter ajudado.

  • Excelente…