Papo Lendário #133 – Revisitando Édipo

A Cólera de Zeus
30/11/2015
A Terra de Avalon
03/12/2015

Neste episódio do Papo Lendário, Leonardo, Pablo de Assis e a psicologa convidada Priscila Frehse finalizam a trilogia sobre Édipo

Saiba como matar o pai Freud.

Veja outras perspectivas sobre o Complexo de Édipo.

Conheça a contribuição dos pós-freudianos

Musica Final: Kill Your Sons – Lou Reed

LINKS

Contato da Priscila

Parte 01 dos episódios sobre Édipo – Trilogia Tebana
Parte 02 dos episódios sobre Édipo – Complexo de Édipo

————————————————————————————————————————————————————————–
Padrim do Mitografias

  • Mendes Ferreira

    Como sempre: um excelente podcast! Acompanho o Mitografias praticamente desde o início e passei a ouvir todos os episódios, inclusive do Psicolog, depois da surpresa que foi o cast sobre a Lillyth. Mas vamos logo ao episódio #133 – Ouvir a conversa de vocês me fez refletir sobre muitas coisas, em especial a respeito de dois filmes contemporâneos que abordam o Complexo de Édipo. O primeiro é OldBoy (2003) filme sul coreano focado no pecado mortal do pai e não do filho, além disso, o roteiro também trata da sexualidade entre irmãos. O segundo é Incêndios (2010) filme Canadense concentrado no pecado materno. Este e aquele fizeram muito sucesso de público e de crítica. Oldboy teve uma recente versão americana onde a sexualidade entre irmãos foi substituída pelo clássico mito de Édipo, deixando o filme com duas relações edipianas. Mas o mais interessante é que nenhum dos pecadores se puni com a cegueira. Em ambos os filmes os personagens se flagelam com a mudez. Seria uma nova interpretação do mito? Por que a escolha da privação da fala e não da visão? Seria apenas uma forma de fugir do clichê? Um abraço!

    • Eu acho que os filmes que ativamente tentam reviver temas tão conhecidos acabam usando recursos de narrativa como esses. O que quero ver mesmo é algo que use desses temas, sem cair nos clichês de culpa judaico-cristão que estão tão impregnados na nossa cultura!
      Mas obrigado pelas dicas de filmes!

    • Anderson Cardoso

      Talvez esta mudança de cegueira para mudez se deva aos valores de cada sociedade. Explico:
      Edipo vive na Grecia antiga, sociedade onde a filosofia é intrínseca à cultura e altamente valorizada; então, quando ele abre mão de poder ver [analisar] a natureza e o mundo, estaria se tornando um ser menos valoroso à sociedade grega.
      Em Oldboy, a historia se passa em nosso mundo onde informação e comunicação são princípios os quais se aprendem bem cedo. Todos nascemos assistindo TV e a geração atual (16-22 anos) não conhece um mundo desconectado (o proprio protagonista aprende a lutar assistindo TV). Então, quando ele corta a propria lingua, abre mão de poder se comunicar, se isolando da sociedade que pertence assim como Edipo em sua cegueira.

  • Malzebooll

    Ouso vcs faz a bastaste tempo apesar de nunca ter comentado, quero agradecer muito por todas essa horas de diversão e informação, sempre adorei mitologia e vc fazem que eu goste ainda ms.