Papo Lendário #110 — Milagres

Mitóglifos 006 — O Anel de Nibelungo
16/10/2014
Mitóglifos 007 — Eu Acredito
30/10/2014

Papo Lendario 110

Neste episódio do Papo Lendário, Leonardo, Pablo de Assis e o convidado Carlos Orsi, conversam sobre o conceito de milagre.

Aprenda o que de fato é um milagre.

Veja os lados bom e ruim de um milagre.

Entenda como as diversas religiões atuais e antigas vêem o milagre.

Musica Final: The Miracle — Queen

LINKS:

Carlos Orsi

Olhar Cético

————————————————————————————————————————————————————————–
Padrim do Mitografias

  • Pablo Neves

    Pablo, você é religioso? Tenho a impressão que você puxa muita brasa pra sardinha da Igreja Católica sempre que a menciona nos casts.

    • Já falei minha posição à respeito das religiões em vários outros episódios… 😉

      Mas sobre “puxar sardinha”, como estudante de religião que sou – e por ter crescido em volta de muita coisa da Igreja Católica – tenho bastante conhecimento sobre o que acontece nessa instituição, mais do que das outras… mas se for puxar brasa pra sardinha de alguma religião, então puxo pro Taoismo! 😛

      • Eu puxo sardinha pro Ocultismo ^^

      • Amarildo – Spitfire

        Bom, puxar sardinha deve ser um termo que indica que a pessoa acredita no Aquaman…ops! Caramba, esta foi muito ruim…

  • Wellington

    Excelente podcast. Gostei bastante da participação do Carlos Orsi. Parabéns.

  • Nilda Alcarinquë

    Olá!

    Me chamou a atenção esta repetição dos rituais referentes à cura durante a história.
    Pra mim isto mostra que o ser humano também precisa de algum outro apoio durante os processos de cura.
    Apesar de haverem métodos mais científicos para a cura, normalmente eles excluem a necessidade espiritual, ou psicológica, do doente. Um médico ou uma pílula nem sempre correspondem totalmente ao que a pessoa precisa.
    O processo de adoecimento e cura pode ser doloroso e fragilizante, tanto para o doente como para as pessoas que convivem com ela e, talvez, por isso exista esta necessidade de procurar algo considerado maior para se apoiar.

    Creio que isso explique a manutenção destas práticas e rituais, que continuam existindo e são apenas ressignificadas com o tempo.

    Fico por aqui

    abraços

  • O Mitocondrias pediu pra falar, então vou falar =).

    Eu sou cristã e acredito sim que existem milagres, fatos inexplicáveis que acontecem sem ter uma explicação médica/científica direta.
    Quanto às igrejas que fazem um espetáculo com relação aos milagres e à cura, sou totalmente contra. Por eu ser cristã, acredito que existe o seu tempo para tudo, e pregar o evangelho vai muito além da cura, mas falar sobre Deus e viver de acordo com o que Ele deixou pra nós.
    Em Atos dos Apóstolos ocorre o Pentecostes, que é a descida do Espírito Santo sobre as pessoas. Ali ocorre também o presente dos dons do Espírito. Então, o dom é pessoal e dado por Deus para cada pessoa – frisando que é no Novo Testamento, não falando nada do Antigo, que são outros fatos, outra época, outra cultura. Por isso, não são todas as pessoas que possuem o dom da Cura, da mesma forma que não são todos que possuem o dom da Língua e da Tradução dessa linguagem em específico (porque onde alguém fala em línguas é necessário ter um tradutor).
    Bem, é isso. =)

    Até mais!!!