Papo Lendário #82 — Chove Chuva

Escritos Lendários: A Guerra de Tróia
05/05/2013
Leitura de Pergaminhos #20
21/05/2013

Nesse episódio do Papo Lendário . Leonardo Henrique, Juliano Yamada, e Pablo de Assis conversam sobre os dilúvios das diversas mitologias e religiões pelo mundo.

Entenda o que é um dilúvio.

Veja as semelhanças entre as lendas do diluvio em diferentes culturas.

Aprenda quais as possiveis e impossiveis formas de ocorrer um diluvio.

Saiba como a ciência e o criancionismo vêem o dilúvio.

Musica Final: Chove chuva — Jorge Ben Jor

LINKS:

Imagens da Arca de Noé:
Imagem 1
Imagem 2
Imagem 3

————————————————————————————————————————————————————————–
Padrim do Mitografias

  • Pelo que eu acredito O Manu Vaisvarata ( Noé bíblico ) utilizou a ARCA (AGARTHA) para manter o povo ( 5 cidade atlântica ), os semitas foram retirados da face da terra então continuou a guerra da 4 cidade contra os outros povos utilizando o Vril ( energia Vril ) esta energia baseada na gravidade acabou aumentando a rotação da terra atraindo toda a água que estava lá por este motivo esta lacuna na quantidade de água para inundar todo o planeta. Espero que tenha esclarecido.

  • Podcast incrível! E veio bem a calhar com essas repentinas chuvas aqui no Recife.

    É interessante ver como quase tudo na história humana acaba se repetindo =)

  • Netuh

    to com o Stuart, cast perfeito para Recife,

    Parabens pelo trabalho,
    Neto

  • Nilda

    Olás.

    Muito boa este episódio apresentando diversas versões do dilúvio, inclusive as possíveis explicações científicas. Como moro na grande São Paulo, que nesta época é seca e poluída, se falar no assunto atrair chuva, que venham mais dilúvios no Papo Lendário.

    Mas vamos aos comentários sobre o cast:
    Creio que posso explicar, em parte, o fato do Pablo ter lembrado de uma passagem bíblica sobre o vinho: uma das primeiras plantações de Noé no pós dilúvio é de videiras e ele preparou o vinho, protagonizando uma bebedeira cujo resultado tornou-se parte de uma polêmica recentemente.
    O Pablo apenas errou a bebedeira bíblica.

    Quanto ao repovoamento do mundo pós-dilúvio: Noé levou sua família, incluindo aí filhos e noras. E creio que não época não havia nenhum tabu em relação ao casamento entre primos…..
    Aliás, há duas versões na Bíblia sobre quantos animais entraram nela: na primeira (Gen 6 18-21) a ordem é para que leve um casal de cada espécie; na segunda (Gen 7 1-6) a ordem é para levar 7 pares dos animais mais puros, e 1 par dos não puros.

    Fico por aqui, porque dos outros mitos não entendo o suficiente para opinar.

    abraços