Papo Lendário #126 — O Despertar dos Primogênitos

Alguns Deuses, Coribantes, Dáctilos e Erínias
24/08/2015
Introdução aos Celtas e à sua Mitologia
27/08/2015

Neste episódio do Papo Lendário, Leonardo, Lucas Ferraz, e Nilda Alcarinquë, conversam sobre os elfos criados por J.R.R. Tolkien.

Saiba como os elfos acordaram.

Veja como pode ser traumático o aniversario de um jovem elfo.

Entenda as diversas divisões dessa raça.

Poema em Quenya lido por Tolkien na abertura do episódio (tradução aproximada):

Ah! Como ouro caem as folhas ao vento,
Longos anos inumeráveis como as asas das árvores!
Os longos anos se passaram como goles rápidos do doce hidromel
Em salões altos além do oeste,
Sob as abóbadas azuis de Varda
Onde as estrelas tremem na canção
De sua voz de Santa e Rainha.

Quem agora há de encher-me a taça outra vez?

Pois agora a Inflamadora, Varda, a Rainha das Estrelas,
do Monte Semprebranco, ergueu suas mãos como nuvens
E todos os caminhos mergulharam fundo nas trevas;
E de uma terra cinzenta a escuridão se deita
sobre as ondas espumantes entre nós
E a névoa cobre as jóias de Calacirya para sempre.
Agora perdida, perdida para aqueles do Leste está Valimar!

Adeus! Talvez hajas de encontrar Valimar.
Talvez tu mesmo hajas de encontrá-la. Adeus!

Musica Final: The Passing of the Elves (Trilha de A Sociedade do Anel)

————————————————————————————————————————————————————————–
Padrim do Mitografias