Papo Lendario #77 — O Anel dos Nibelungos

Escritos Lendários: Édipo
03/03/2013
Papo Lendario #78 — As Diversas Lendas do Anel
20/03/2013

Nesse episódio do Papo Lendario. Leonardo Henrique, Juliano Yamada, e Pablo de Assis conversam sobre a famosa obra de Richard Wagner, O Anel dos Nibelungos.

Conheça a história dessa ópera.

Saiba quem foi Richard Wagner

Entenda os conceitos de amor e poder relacionado a essa obra.

Ouça sobre a aventura do herói Siegfried

Musica Final: O Amor e o Poder – Rosana

Links

Pernalonga como Brunhilda

Papo Lendario sobre as Vaquirias

————————————————————————————————————————————————————————–
Padrim do Mitografias

  • Ótimo episódio. Fizeram um resumão muito bom da história do Anel dos Nibelungos.
    Eu tenho esse livro que foi citado “As Melhores Histórias da Mitologia Nórdica”, e recomendo, pelos contos e por essa romantização da ópera.
    Se tiverem a oportunidade assistam também à ópera, que é muito boa, mesmo se você não souber alemão. rs
    Eu não consegui vê-la inteira, até porque é difícil de encontrar na internet, mas as partes que eu consegui ver são muito boas.

  • Thiago Santiago

    Gostei do episódio. Só conhecia a obra de nome, não sabia de sua estrutura nem nada. Muito obrigado por fazer esse resumo, agora posso procurar por uma execução da ópera e não ficar muito perdido. Fico no aguardo pelo episódio das inspirações da obra.
    Uma dica final: como o Leonardo não sabe alemão(foi ele que disse os nomes, né?), sugiro dar uma ouvida na pronúncia dos nomes por meio do Google Translate. Não é 100% confiável, mas é bom.
    Abraços.

  • Priscilla

    Mais um ótimo podcast !

    Todos conhecemos as cenas clássicas do Pernalonga, mas nunca a verdadeira obra que motivou o desenho. Muito esclarecedor !

    Como já havia mencionado em outro post, como possuem uma parceria com a Livraria Cultura, ao mencionar livros & afins, poderiam colocar o link – Ajuda a vida dos ouvintes interessados em comprar, e ao mesmo tempo ajudamos com uns centavinhos na conta de vocês 🙂

    []s

  • Nilda

    Olás!

    Realmente muito boa esta apresentação da história da ópera O Anel dos Nibelungos! Relembrei o pouco que sabia e aprendi muita coisa nova que estava mesmo precisando aprender.

    Recentemente descobri que sabia muito pouco sobre a história de Siegfried, Brunhilde e o Anel dos Nibelungos e, ao pesquisar um pouco, lembrei que ainda não havia lido o livro A lenda de Sigurd & Gudrun, de Tolkien. Comecei a ler e, antes de terminar, escutei este episódio e percebi que a versão de Tolkien para a história difere em muitos pontos da ópera de Wagner. A começar pelos nomes de boa parte dos personagens.
    Acredito que a história apresentada em O Anel dos Nibelungos seja a mais popularizada de todas as versões que possam existir e é sempre bom conhecer melhor a obra original e não apenas as referências sobre ela que abundam em várias mídias.

    Sobre a encenação integral da ópera: acredito que no festival de Bayreuth ela é encenada regularmente, já que o festival desta cidade é dedicado às obras de Wagner e seus descendentes participam da organização do evento.

    Sobre este tema fico por aqui, senão deixa de ser um comentário e vira um post.

    abraços

  • Não costumo comentar em posts dos podcasts que escuto, mas tenho que dizer que adorei esse episódio. A mitologia nórdica me fascina, ainda mais mexida e misturada como a obra de Wagner apresenta.

    E a música final foi um toque de mestre.
    Parabéns.

  • CChronos

    Olá.

    Muito interessante o podcast. Na loja que visitei não encontrei o que vocês indicaram mas tem a razoável preço o livro “Gandhãra – A Canção dos Nibelungos”, da editora Martins Fontes, com 358 pgs. O texto é o mesmo que o do indicado no cast?

  • Olá CChronos, esse livro em si eu não conhecia, mas pelo que pesquisei esse é referente a lenda em si, e não a ópera, tendo assim algumas diferenças. Mas com certeza vale conferir, acho a lenda original ainda mais legal que a ópera.

  • Bruno Feitosa

    Um dos melhores episódios do cast!

    Esse vídeo do YT tem uma animação muito foda!!!

    https://www.youtube.com/watch?v=s-4aqCImcW4

    Abração!

  • E ai galera é minha primeira vez aqui, vim conhecer o trabalho de vocês, e como primeiro cast a ouvir puxei esse, é muito legal ver como nesse mundo da podosfera como um mesmo tema é abordado de formas totalmente diferentes de caster para caster.
    Digo isso pq fiz um podcast solo onde falo da tetratologia Anel dos Nibelungos, narrei o primeiro ato e já estou com os egundo ato gravado, sendo editado no momento, sigo o formado te comentar toda a obra e em seguida narrar como um conto.
    Utilizei esse livro da Saganfredo, acredito que é o único romantizado, também utilizei como base um guia de ópera comentada e um livro de Nietsche.

    Lembremos que Wagner também compões os “mestres cantores de Niberumg, sera desses cantores que vocês falam? se trata de uma comédia romantica.
    Toda obra do anel foi composta de 1848 até 1874, sim ele apresentou as primeiras partes depois que estavam prontas e posteriormente toda a tetralogia. Como cada ato tem em média 4 horas de duração a obra foi construida para ser ouvida em 4 dias, ou seja, é impossivel ter uma apresentação com tudo de uma vez, pelo menos nunca li ou vi nada que indicasse a execução das 2 atos seguidos, menos ainda os 4. Até pq Fisicamente para o músico seria impossivel, o mesmo já sai esgotado de uma ópera de 4 horas.

    Sobre os anões, bem eles são anões mas também são conhecidos como elfos negros! sim, pois são como Ninfas da terra, ta espera ai. acontece que tudo que é ser mitologico, fada, centauros, anões, gnomos são chamados de elfos, o problema é que estamos acostumados com os Elfos de Tolkien, mas não, elfos são todos esses seres mitológicos. Os Anões ou elfos negros, são seres q vivem debaixo da terra em busca de ouro e viram pedra quando expostos a luz do sol. Mas como falamos de Mitologia, a coisa muda muito com o passar do tempo, de um autor pro outro.

    Bem pelo que interpretei da história, o ouro em si é maldito sim, todo que nele tocar terá um fim trágico, é só observar toda tetralogia, todos que o tem sofrem ou morrem, até que finalemente o ouro volta ao Reno.

    Estou ouvindo e comentando, =) logo comento mais alguma coisa , abraços

    vamos lá tirando algumas dúvidas e fazendo alguns comentários:

  • Olá pessoal do Mitografias.

    Faz tempo que ouço o fantástico podcast de vocês.

    Uma observação minha é que no filme “o anel do nibelungos” quem revela a fraqueza de Siegfrid é o próprio.

    Foi uma surpresa o que vocês disseram que foi a Brunhild.

  • Olá Bruno! Assisti um filme (não lembro o nome) do Siegfried (ruim pra burro), não lembro lá quem revela a fraqueza, mas também ele é baseado mais nas lendas em si do que na ópera.

    Na ópera, pelo que sei, é a Brunhilda que faz isso, de certa forma serve para mostrar como ela ficou puta com ele e quis se vingar, mas com isso se arrependeu.

  • Tô quase terminando minha maratona Papo Lendário… O que me deixa extremamente triste, pois terei que começar a esperar pelos novos episódios.

    Mas vamos lá… Quanto as semelhanças das obras do Tolkien com a lenda de Nibelungo, não se restringe apenas ao Um Anel e Feänor. Aliás… Na minha opinião fecal os acontecimentos que envolvem as Silmarils lembram muito mais o Anel de Nibelungo do que o próprio Um Anel. E a história do Túrin Turambar lembra muito mais a lenda de Siegfried do que a do Feänor.

    Mas, enfim… Como vocês mesmos comentaram no episódio, o próprio Tolkien nunca escondeu seu fascínio pelas lendas Nórdicas. 😉