Escritos Lendários: Contos Maravilhosos Infantis e Domésticos

Leitura de Pergaminhos #18
01/01/2013
Trailer Papo Lendário #75
31/01/2013

CONTOS MARAVILHOSOS INFANTIS E DOMÉSTICOS

Em 2012 comemorou-se o bicentenário da publicação Kinder-und Hausmärchen, ou Contos Maravilhosos Infantis e Domésticos, a mais conhecida obra dos irmãos Willhelm e Jacob Grimm. Aproveitando a data, a editora Cosac Naify lançou 156 destes contos numa edição em 2 volumes e com a tradução direto do alemão que traz a primeira versão dos contos, sem os cortes ou adaptações das edições posteriores, e é por causa desta data e da qualidade que decidi falar dela aqui.

OS IRMÃOS GRIMM

Willhelm e Jacob Grimm não eram apenas pesquisadores de histórias do folclore alemão. Eram, acima de tudo, estudiosos de línguas e suas obras acadêmicas contribuíram para dar forma à lingüística alemã. Seus estudos foram extremamente importantes numa época em que o estado alemão estava se formando e procurando consolidar uma identidade como nação.

Inicialmente a intenção da coletânea de contos era servir como material para um estudo do alemão. Um apanhado de histórias, ditos e costumes na língua falada entre a população de parte do que se tornaria  Alemanha, e que faria parte do estudo filológico e daria base ao dicionário e a gramática da língua alemã elaborados por Jacob.

O trabalho deles não foi o primeiro a ser publicado na Europa, mas o contexto político e social o tornou extremamente importante em pleno começo do séc. XIX. Em plena Revolução Industrial e processo de unificação alemã, a recuperação de contos e histórias típicas do campo encontram um solo fértil para sua popularização e sucesso, ultrapassando a intenção original dos Grimm e se tornou um compêndio de histórias alemãs que, de 51 histórias em sua primeira publicação, ampliou-se para mais de 200 em sua ultima edição.

OS CONTOS

Esta edição brasileira nos permite conhecer muitas histórias que dificilmente são encontradas em traduções mais populares ou dedicadas ao público infantil. Nele aparecem notas de rodapé dos próprios irmãos Grimm, com comentários que são preciosos para estudiosos ou curiosos.

Apesar da maioria das histórias presentes no livro serem classificadas como contos, há também trechos de frases, ditos e costumes populares, como as diversas versões para como as crianças nascem. E há contos incompletos, sem um final satisfatório ou mesmo um final. São apenas amostras que servem mais para estudo do que para contar a história em si.

Além das mais conhecidas, como Branca de Neve, A Gata Borralheira e Chapeuzinho Vermelho, estão presentes nesta obra contos como:

O rei sapo ou o Henrique de ferro – em que a princesa não beija o sapo;
Rapunzel – que engravida e tem filhos;
Mil peles – onde o incesto move a história;
Quando crianças brincaram de açougueiro 1 e 2 – horripilantes e educativas;
O judeu entre os espinhos – onde maltratar um judeu é considerado justo e correto;
A pastora de gansos – onde conhecemos Falada, o cavalo falante
E muitas mais que abordam temas que vão do incesto à atividades cotidianas, como fiar o linho.

TEMAS

Há várias histórias em que o tema se repete, variando apenas a origem do herói ou heroína. Em outros, percebemos uma mescla de temas e situações.

E podemos reconhecer vários destes temas, que continuam sendo usados e repetidos ad infinitum nas mais variadas formas até os dias de hoje. Se você for obrigado a assistir Barbie e as Princesas Dançarinas pela 1ª ou 100ª vez, saiba que a idéia de princesas que vão dançar em um local mágico vem da história dos “Sapatos Gastos de tanto dançar”, conhecida e publicada há 200 anos.

Assim como nos filmes e animações em que o personagem precisa passar por várias provações sem poder falar nada, ou então tem de apelar para a ganância do vilão como forma de ter seu valor reconhecido pelo príncipe que perdeu a memória.

Estes temas e histórias, além da qualidade gráfica dos dois volumes, faz de Contos Maravilhosos Infantis e Domésticos um livro que merece e deve ser lido por quem gosta de contos de fadas, curiosos e estudiosos do assunto. Tanto pela variedade de contos apresentados, como por ser uma tradução que tenta respeitar ao máximo as idéias originais de Jacob e Wilhelm Grimm, o que é raro de se encontrar em publicações de contos de fadas.

Grimm, Jacob e Wilhelm: Contos Maravilhosos Infantis e Domésticos (tradução de Christine Rohrig) – Cosac Naify editora – 2012

  • Priscilla

    Pessoal dos Mitografias :

    Fiquei interesada, e pretendo comprar.

    Queria saber : Se usar o link lateral da Livaria Cultura, mas ao invés de comprar o produto listado, fizer a procura sob o mesmo link, ainda assim vocês recebem os centavinhos pela compra ?
    Podiam ter deixado o link para quem quiser comprar & ajudar os site 🙂

    Mais uma vez, obrigada pelo trabalho !

    []s

  • Nilda

    Olá Priscilla!

    Que bom que se interessou pelo livro.
    Não havia pensado, até você dar a idéia, em colocar o link direto para a compra dos livros que indico. É que quando se trata de livros eu não tenho a menor visão comercial. 😛
    Verei a melhor forma de fazer isso, já que pode facilitar a vida dos leitores.

    Sobre o link da Cultura: quem pode explicar melhor como funciona é o Leonardo ou o Pablo, mas até onde sei o acesso pelo link é suficiente, não sendo necessário comprar o que é indicado neles.

    E obrigada pelo comentário.

  • Priscilla

    Nilda,

    Fiz a compra hoje do livro, 21/02/2013, na Cultura, usando o link ao lado, e a partir dele fazendo a pesquisa pelo livro – Veja se funcionou para vocês.

    Espero que sim 🙂

    []s