Papo Lendario #72 — Revelações

Trailer Papo Lendário – O Começo do Fim
14/11/2012
Papo Lendario #73 — Sobre o Fim do Mundo
04/12/2012

Nesse episódio do Papo Lendario. Leonardo Henrique, Juliano Yamada, Pablo de Assis e Felipe Nunes conversam sobre o Apocalipse Biblico.

Conheça mais sobre o ultimo livro da Biblia Sagrada.

Veja as diversas formas de se interpretar o Apocalipse.

Entenda a mensagem de esperança que esse livro possui.

Links

Cadeia de Eventos #50 – Episodio sobre Anticristo

Musica Final: The Four Horsemen – Metallica

————————————————————————————————————————————————————————–
Padrim do Mitografias

  • Muito bom o episódio. =)

  • Nilda

    Muito bom o episódio.
    Não se é coisa de fã de Tolkien, mas ao escutar sobre os números e seus significados, principalmente o 144, não pude deixar de notar como os números 3, 12 e 144 também são muito importante para os elfos.
    Os primeiros elfos não-nascidos eram num total de 144, sendo que os 3 primeiros a despertar deram origem às 3 “etnias” élficas: Vanyar, Noldor e Teleri.
    A base numérica dos elfos era 12 e não havia uma palavra própria para descrever números acima de 144.

    Poderia dizer que isso é coincidência, mas provavelmente não é, pois Tolkien não era um católico apenas por conveniência social, mas por firme convicção e fazia questão de saber os significados das coisas, ou da maioria delas.
    Além do fato de seu tutor, após a morte da mãe, ter sido o Padre Francis Xavier Morgan.

  • Esse podcast saiu incrível! Serve aliás como complemento do podcast anterior sobre números, você entende melhor o que vai significando cada coisa.

    Agora eu só não entendi essa lógica: 3 é um número santo, da trindade. Quando aparece 9 (ou 12), é superlativo, porquê é 3 que multiplica 3. O Número 7 também é sagrado, já 6 não o é, porquê é 7 menos 1. Mas pensando pela primeira lógica, 6 não seria 3 duas vezes? Ou não se multiplica tudo, afinal o número dois não é tão associado a muita coisa, não sacra pelo menos.

    No mais, estão de parabéns. Minha única crítica, é o microfone do Pablo (penso eu) que tem hora que fica muito picotado. No mais, como sempre, muito bom!

  • Victoria

    Muito bom =)
    Será que em algum podcast futuro vcs poderiam falar um pouco sobre os tres juizes do submundo? Ou se já falaram em algum anterior poderiam me dizer qual é, pois ainda nao ouvi todos. Estou buscando informações porque um amigo meu queria escrever uma musica sobre eles mas nao temos quase informações. Obrigada =)

  • Olá Nilda, referente a esse numeros na obra de Tolkien eu nao fazia ideia! Culpa do Yamada, como um fã de LOTR ele tinha que ter lembrado disso na hora, rs!

    Stuart, a lógica se aplica ao fato de ser 3×3 pois ai usa-se apenas o numero santo digamos assim, 6 é mal visto pelo fato de ser inferior ao 7. No caso o 2×3 não teria significado.

    Victoria, não conheço muito bem sobre essa questão dos tres juizes, mas futuramente poderemos ter um episodio sobre submundo, ai poderei pesquisar mais e falarmos sobre isso.

  • Sobre os Juizes do submundo, eles aparecem na Divina Comédia, no inferno… Não me lembro claramente deles, pois faz tempo que li o livro, mas um deles é Minos… Se bem que a Divina Comédia daria um ótimo tema de podcast!
    =D

  • Oi, Stuart! Uma coisa que você pode associar ao 2, seria justamente a ideia do mal! A final de contas, foi no segundo dia – o único que Deus não disse que era bom – que ele criou a separação e com isso a possibilidade do bem e do mal… Então, 2 vezes 3 (ou 3 x 2) seria o sagrado multiplicado pelo mal, logo, seria o demoníaco! O 2 não era bem visto, e o 3 seria melhor, seria o caminho para o sagrado… Então, podemos tirar várias conclusões disso, não?
    😉

  • belero

    Caras, não sou religioso, mas a forma de tornar para mim mais ‘aceitável’ a estória do apocalipse é a seguinte teoria:
    As profecias bíblicas de apocalipse falavam sim de Roma. O período das grandes tribulações é a idade média. (1000 anos de sofrimento; idade média séc. V ~ séc XV). Ok, os 1000 anos de paz não aconteceram. Na verdade a violência e a capacidade destrutiva aumentaram exponencialmente. Talvez algo tenha dado errado, não sei. Ou a profecia conte como as coisas estão acertadas para acontecer, e não textualmente o que acontecerá.
    É claro, tudo isso é maluquice, mas como essas conjecturas analisam fatos provavelmente fabulosos/folclóricos “tá valendo!”

  • Muito bom o cast, nunca tive paciência para ler a biblia, mas vocês tiveram muita paciência para explicar!!! Mas por não ser religioso, não pude deixar de ter aqueles pensamentos piadescos, lembrando dos episódios de supernatural na sua época de ouro (hoje supernatural ta chatinho) e de no caso de encontrar o dragão de 7 cabeças por ai, rezar para o mestre dos magos aparecer para me salvar e não esquecendo da ansiedade da primeira vez que abri os 5 selos para enfrentar o diablo 2!!!

    Mas o cast me deixou uma curiosidade: existe realmente o original da bíblia??? Não sei se acredito nisso!!!

    Sigo escutando, até mais!!!

  • paulo araujo

    deveria ter convidado um teologo , um padre ou um pastor para tambem dar a interpretação. me pareceu que os comentaários de vcs eram para dar descredito da biblia.senti uma certa ironia em determinado momentos do podcast

  • Ola Paulo! Referente a temas biblicos quase não chamamos religiosos pois o Pablo já é um grande conhecedor da mitologia judaico-cristã! Se houve algum comentario ironico foi algo natural do momento.

    Mas nosso objetivo não foi dar descredito à Biblia, esse nuca foi o objetivo do podcast. Podemos dizer que o objetivo desse episódio em si foi mostrar o apocalipse e as diversas formas de interpreta-lo e seus simbolos.

  • Oi, Paulo!
    Brevemente, os comentários irônicos não foram à Bíblia, mas às interpretações literais de algumas pessoas à Bíblia… Dá uma ouvida lá de novo e veja como nós acabamos dando uma interpretação bastante aceitável, inclusive para ateus, do livro sagrado dos cristãos… o que tiramos sarro são das pessoas que interpretam literalmente esses textos!
    Abraços e até mais!