Papo Lendario #67 – A Animação Humana

Papo Lendario #66 – O Herói Trabalhador
28/08/2012
Trailer Papo Lendário #68
18/09/2012

Nesse episódio do Papo Lendario. Leonardo Henrique, Pablo de Assis (nerdexpress, metacast) e o convidado Pastor Claybom conversam sobre o conceito de alma nas mitologias, religiões e ciencia.

Entenda a diferença entre alma e espirito.

Aprenda o significado da palavra alma.

Veja como a alma está ligada à vida.

Ouça a lenda grega da alma gêmea.

Musica Final: Soul Man – The Blues Brothers

————————————————————————————————————————————————————————–
Padrim do Mitografias

  • THiago Luiz Silva

    Excelente episódio, a participação do Pastor Claybom ficou muito legal.

    Qual seria o outro significado para o “Logos” de psicologia?

  • Deângelo

    Vamos ouvir, boa volta do cast!

  • Lilpandora

    Pastor Claybom vendo Sinais na gravação do Cast, é isso?

  • MarceloMaD

    Finalmente, consegui! Ouvi todos os Mitografias! Parabéns pelo excelente podcast!

  • Muito bom esse retorno do Cast. Escolheram um assunto bem legal e conseguiram desenvolver bem o tema.

    As partes que eu mais gosto são quando o Pablo começa a falar, principalmente quando fala de algum mito grego. Por isso as vezes incomoda, por que o áudio dele parece ser mais baixo, as vezes dá uns cortes também e eu perco o fio da meada.

  • Leandro Crispim – 27 – Fortaleza/CE

    Caras, adorei o cast.
    Continuem o ótimo trabalho.
    Sobre a discussão sobre o início e fim da vida feita no cast, tenho uma posição que se num é atual, era a vigente na época eu estudei Direito (3 semestres, só).
    Enfim…
    Juridicamente falando, uma criança só tem direito de herança quando, após o parto, ela respira. Sendo assim, mesmo que ela venha a morrer durante o parto, se em algum momento entrou ar em seus pulmões, ela ganha direitos sucessórios em relação ao bens dos pais.
    Suponha o seguinte cenário: Um cara solteiro engravida um mulher e esses não se casam. Durante a gestação, o cara morre. Se ele não tivesse filhos, seus bens iriam para os acendentes, porém, se o bebê nascer vivo, ele possui o direito de herança. Acontece que a criança morre no parto, mas respira antes de morrer. Nesse caso, a mãe da criança é que se torna a detentora do direito de herança do cara.
    Sei que isso não tem nada a ver com alma ou espírito, ou mesmo sobre a definição jurídica de o que é e onde começa a vida – visto as discussões sobre a proteção ao feto ou direito de aborto – mas pelo menos para fins sucessórios esse assunto está bem definido.

  • Parabéns pelo excelente podcast, como sempre!

  • Salve, THiago!
    Eu falo um pouco sobre o “logos” neste texto que escrevi em meu blog:
    http://pablo.deassis.net.br/2011/10/logoslogia/
    Valeu!

  • Eu nem fico pensando no que foi, é, será ou deixa de ser a alma humana… Passe mesmo só para falar que escutei!!!

    Episodio empático com conteúdo!!!