Escritos Lendários: Vodou Haitiano

Brigith
07/01/2016
Orfeu
11/01/2016

Vodou Haitiano – Espírito, Mito e Realidade

Vodou Haitiano capa

Esse livro apresenta a cultura e crenças dos adeptos do Vodou, e como diz o título, especificamente do Haiti. É interessante ver como um país pequeno possui uma vasta cultura, mesmo esta tendo sida oprimida por anos.

De autoria de Patrick Bellegarde-Smith, professor de Africanologia na Universidade de Wisconsin-Milwakee, e sacerdote houngan da religião. E Claudine Michel, professora de Estudos Negros na Universidade da Califórnia. Vodou Haitiano – Espirito, Mito e Realidade reúne ensaios de acadêmicos haitianos a respeito dessa religião, e é ideal para quem quer conhecer, mas que devido à forma como é representado em diversas mídias e de desconhecimento geral, conhece apenas o que encontra em filmes.

pintura haitiana

Cada capítulo é um ensaio de um autor diferente, tornando-os independentes. Aconselho que sejam lidos na ordem para que haja familiarização com os termos específicos. E cada ensaio possui um foco diferente: enquanto um é sobre as ervas utilizadas na medicina desse povo, outro explora o papel feminino na religião, outro ensaio apresenta a estética Vodou na arte haitiana, e por ai vai. Mas todos compartilham do objetivo de divulgar a religião Vodou do Haiti, apresentando sua cultura, ritos, mitos, e símbolos, e isso sendo feito de dentro para fora, pois seus autores fazem parte da cultura Vodou, assim torna claro o fervor e paixão que seus idealizadores tiveram ao querer quebrar os preconceitos e ignorância ao redor dessa cultura.

Na metade do livro se encontra algumas imagens de oferendas, danças e cerimonias do Vodou, além de pinturas artísticas. O livro termina com uma tabela de Loas, as entidades do Vodou Haitiano, e alguns detalhes, como seus símbolos, oferendas, nomes católicos, etc. Essa obra não se prende a descrever os Loas em seu conteúdo, e sim os conceitos culturais e históricos que delimitam esse Vodou.

Ezili Danto

Um aviso aos céticos: é preciso tomar cuidado com algumas partes do livro, em um dos primeiros capítulos são feitas comparações com conceitos científicos, citando nomes como Einstein e Stephen Hawking. Isso não afeta o livro como um todo, pois os capítulos são independentes. Mas é importante saber disso, pois é natural que uma pessoa cética, ou com um pensamento mais cientifico, deixe de levar a sério o restante do conteúdo por causa desses pontos.

Em parte isso se deve ao fato do livro ser escrito e elaborado por pessoas de dentro da cultura e religião vodou, sacerdotes e praticantes. Mas que são também acadêmicos, e no fim o livro acaba sendo isso, uma junção do deslumbre religioso com a paixão e curiosidade de um estudo antropológico e histórico, criando assim uma obra para divulgar uma religião obscurecida por guerra, opressão e ignorância.

Este livro foi uma das fontes do episódio 125 do Papo Lendário – Vodou Haitiano
Capa125

  • Episódio muito assustador, por sinal. Mas ao mesmo tempo, foi muito interessante e até o momento, nao achei nenhum podcast com assunto similar. Naquela animação, A princesa e o Sapo, eles abordam a temática Vudu de um jeito assustador. Entendi melhor a animação depois de ouvir esse episódio do podcast, hehehehe