Sobre o Céu — Entre o Mito e a Ciência: Saturno

Leitura de Pergaminhos #31
14/04/2015
Papo Lendário #119 — Trindade Grega
21/04/2015

foto

– Saturno –

— O Mito —

Da antiga mitologia romana, Saturno, identificado com o deus grego Cronos, era o deus da agricultura e venerado em uma das mais importantes festividades da antiguidade, a Saturnália. O festival dedicado a ele era comemorado durante três dias no mês de dezembro, no solstício de inverno.

foto

Há muitas eras, nos primórdios do tempo, Gaia (a Terra) e o Céu geraram os Titãs, a raça poderosa que mais tarde viria a governar o mundo antigo. Mas o Céu, temeroso de perder o seu lugar para os filhos, prendeu-os no ventre de Gaia. Depois de tanto sofrimento, a deusa ligada à Terra, aconselha o filho Saturno a agir contra o próprio pai, foi quando o jovem titã revoltou-se e com apenas um golpe de foice mutilou o Céu, arrancando seus testículos e deixando-os cair no mar. A partir daí, o mundo inicia uma nova era governada por Saturno que foi prontamente apoiado pelos seus irmãos, os poderosos Titãs.

saturn

— A Ciência —

Um dos mais fascinantes astros que se pode observar no céu é sem dúvida o planeta Saturno, o sexto planeta a contar do Sol. Com uma massa 95 vezes maior que a Terra e uma rotação executada em 10 horas e 14 minutos, ele leva 29 anos e meio para completar um giro completo ao redor de nossa estrela. O intrigante planeta viaja pelo céu cerca de 10 km/s e demora quase trinta anos para concluir o movimento de translação. O gigantesco Saturno de 120.000 km de diâmetro tem uma densidade tão baixa que boiaria se fosse colocado sobre a água.

A temperatura na proximidade das nuvens é de -160 graus Celsius em média e o hidrogênio com 96% e hélio 3% compõem a atmosfera do planeta, mas já está comprovado que existem quantidades de amoníaco, etano, acetileno e outros em sua composição.Com 25% de sua massa, acredita-se que Saturno tem um núcleo composto de silício, óxido de ferro e sulfureto de ferro, principalmente. Além disso o planeta seria revestido por uma pesada capa de hidrogênio e hélio submetidos a altíssima pressão.

foto (2)

O grande diferencial do segundo maior planeta do sistema solar são os seus impressionantes anéis que medem 70.000 km de largura e aproximadamente 1 km de espessura. Mas embora pareça uma única estrutura, os magníficos anéis são na verdade um conjunto de milhares de anéis concêntricos como foi comprovado pelas sondas Pionner 11, em 1979 e posteriormente pelas Voyager 1 e 2. Durante muitos anos achava-se que os anéis eram gasosos e até especularam que fossem um disco sólido, mas hoje se sabe que são compostos por minúsculas partículas que contornam o planeta presos à poderosa gravidade. Uma das hipóteses mais atraentes é que a origem dos anéis pode ser a de satélites que se aproximaram demais e foram desintegrados pela fortíssima gravidade.

images

Foram catalogadas 62 luas de Saturno, mas o número pode ser bem maior, pois vários objetos que o circundam ainda estão sendo avaliados. Um deles em especial, Titã desperta a atenção dos cientistas pelo seu tamanho de dimensões planetárias e de ser um dos fortes candidatos a hospedar vida. O mistério permanecerá até que os meios necessários de verificação da vida sejam aplicados pela próxima missão que possa penetrar na densa camada de nuvens e analisar a composição da atmosfera e características que possam permitir se chegar a uma conclusão.

Em novembro de 1990 o telescópio Hubble registrou a imagem de uma extraordinária tempestade que cobriu toda a linha do equador de Saturno em pouco tempo, atingindo uma extensão de 380.000 km, tornando-se a maior tempestade observada no sistema solar em todos os tempos. O fenômeno parece ser periódico, pois outros já foram observados em 1876, 1903, 1933 e 1960.

Podemos afirmar sem sombra de dúvidas que Saturno é O Senhor dos Anéis.

AUTOR: Ricardo Costac

  • Diego Miyabi

    Esse me representa 🙂