Escritos Lendários: Descobrindo o Islã no Brasil

Papo Lendário #153 – Eu Acredito…
29/11/2016
Papo Lendário #154 – Deusas Africanas
13/12/2016

A autora Karla Lima entrevista na cidade de São Paulo, muçulmanos e muçulmanas, de diversas idades, profissões e opiniões.

Dividido em 6 capítulos, nomeados com as fases da vida, Nascimento, Infância, Adolescência, Maioridade, Morte, e Renascimento. O tema de cada um tange seu título, por exemplo as entrevistas feita na Escola Islâmica Brasileira no terceiro capítulo, mas o livro não se prende à isso.

As entrevistas possuem um ritmo narrativo, não ficando apenas em perguntas e respostas, e mostra a dificuldade de um muçulmano em viver aqui no Brasil, o curioso é que tal dificuldade se mostra mais em adaptar os costumes religiosos com a dinâmica de uma cidade metropolitana como São Paulo, do que preconceitos ou violência que poderiam receber. Mas esse não é o único ponto da obra, a autora também nos passa diversas informações sobre a cultura e práticas de um religioso muçulmano, além de trechos mostrando a história do Islã, assim vemos quem foi Muhammad (pois Maomé não é um nome aceito), e como foi sua jornada. Isso tudo de forma alternada.

Obviamente esse livro ajuda a quebrar a má imagem que muitos costumam ter do Islamismo e seus praticantes, mas devido à riqueza do assunto, este pode, e deve, ser indicado até mesmo para os que não veem a religião com maus olhos, mas que mesmo assim estão fora desse contexto e possuem curiosidade para conhecer o Islã.

descobrindo-o-isla-no-brasil

A diversidade encontrada nos entrevistados demonstra a diversidade que tal religião possui, indo desde brasileiros, imigrantes, muçulmanos de nascimento, ou revertidos (quando alguém se torna da religião, não se diz que foi convertida e sim revertida). E enquanto alguns se apresentam extremamente rígidos em suas práticas, seguindo à risca as 5 rezas, jejum e tudo mais, outros deixam isso de lado, uns porque demonstram acreditar ser algo desnecessário nos dias atuais outros porque a rotina não permite.

E sob um olhar culturalmente ocidental-católico, é interessante ver como tal religião apresentada como tão conservadora e atípica nos telejornais, no fundo não difere tanto do catolicismo. Tanto um religioso muçulmano quanto católico que sigam bem sua doutrina terão alguns costumes e conceitos bem parecidos.

Descobrindo o Islã no Brasil – São Paulo: Hedra, 2016.
Autora: Karla Lima
189 páginas.