Jataka: O Chacal que Salvou o Leão

Papo Lendário #131 – A Trilogia Tebana
03/11/2015
Báucis e Filêmon
09/11/2015
Traduzido e Adaptado por Rafael Brito

Era uma vez um leão que vivia na selva. Certo dia, quando ele foi beber água em um regato, suas patas ficaram presas na lama do chão, e ele não conseguia sair do lugar. O leão teve que ficar vários dias sem comida, pois ali não passara ninguém para ajudá-lo. Finalmente, chegou o dia em que apareceu um amável chacal, que, escavando na areia, conseguiu desprender o leão e puxá-lo para fora da lama. O leão ficou muito grato pelo chacal ter-lhe salvo a vida. Assim, o leão propôs ao chacal que passasse a viver junto a ele, e também prometeu que o alimentaria sempre que capturasse um animal. O chacal, então, passou a viver com o leão, dividindo as caças com ele. Logo expandiram suas respectivas famílias (tendo leõezinhos e pequenos chacais).

Depois de muito tempo, a leoa, senhora da casa do leão, ficou farta da amizade do chacal com seu senhor. Ela disse isso aos filhotes do leão, que o disseram aos filhotes do chacal, que, por sua vez, o disseram à senhora do chacal. Esta, então, falou o que ouvira ao próprio chacal, que foi até o leão e lhe disse que, se não mais quisesse manter a amizade, deveria ter dito isso há muito tempo.

O leão estava bastante surpreso com isso, e assegurou ao chacal que jamais desejara romper a amizade, e que falaria o quanto antes com a leoa. Mas o sábio chacal disse-lhe então: “Amigo, eu sei que és sincero. Mas nossas famílias podem não manter o mesmo grau de amizade que nós. Portanto, os mantenhamos a parte, podemos até nos encontrar para caçar, mas é melhor que minha família se mantenha distante da tua”. O leão concordou com o conselho do chacal, e as duas famílias se distanciaram, mas o chacal e o leão continuaram bons amigos, saindo juntos para caçar.

Moral: [i]Não espere que sua família corresponda ao mesmo grau de amizade que você tem com outra pessoa.[/i]