Antologia Mitografias – Volume III: Trindade

Antologia Mitografias Volume 3 - Trindade

Autores selecionados:

Auryo Jotha
Bruno Leandro
Debora Happ
Guilherme Lopes
Luiz Felipe Vasques
Rafael Priviero D’Abruzzo
Simone Saueressig
Tiago Rech
Victor Almeida

Parabéns aos autores selecionados, e agradecemos demais a todos os que participaram!

ATENÇÃO: A data limite da Antologia Mitografias Vol. III foi PRORROGADA para dia 31 de agosto de 2019.

Então se você não enviou seu conto, ainda dá tempo.

Para quem já enviou, agradecemos, e fique tranquilo, teu conto ainda está participando normalmente, será analisado e avaliado da mesma forma que os próximos que serão enviados.

A seguir temos o edital com as regras que, exceto pela data, não foram alteradas após essa prorrogação.

Antologia Mitografias – Volume III: Trindade – Edital

Seja bem-vindo ouvinte, leitor e escritor. Com o sucesso dos volumes I e II da Antologia Mitografias, Mitos Modernos (compre aqui) e Mitos de Origem (baixe aqui). Chegamos ao terceiro e último volume desta saga. E é com muito orgulho que apresentamos a Antologia Mitografias Volume III – Trindade.

Mais um vez, dependemos de você escritor, profissional ou amador, que tem prazer em dar vida à novas histórias. Aceite nosso convite, aproveite o próprio material do site e podcasts, revisite suas narrativas favoritas e inspire-se. Uma antologia só existe se houver histórias para contar.

Sobre a Temática

Esta será a última edição da Antologia Mitografias, portanto queremos fazer algo épico. E nada melhor que combinar o tema com o número da edição, já que trindade é um conceito universal e importantíssimo para inúmeras culturas e mitologias. São incontáveis os deuses e personagens que possuem um aspecto triplo. Sejam três entidades em uma só, ou mesmos um trio de personagens que se complementam. Ou ainda inúmeros conceitos que permeiam a vida humana e se apresentam em três aspectos, como a própria ideia de começo, meio e fim.

Desta vez, o tema será Trindade, e queremos que você utilize de personagens míticos ou dos próprios mitos junto a essa perspectiva tríplice. Você autor, poderá utilizar um ou mais personagens (divinos ou não) que possuam esse aspecto, ou então se inspirar nessa simbologia e nas narrativas míticas que o utilizam para assim criar sua própria obra singular.

Procure não recontar mitos existentes, pesquise e seja criativo. Todas mitologias e culturas são permitidas, e, dessa vez, o período histórico também é livre – ou seja, a narrativa pode se passar no passado, presente ou futuro.

Exemplos

Para se inspirar, você pode usar o próprio site do Mitografias como referência. Contamos diversas dessas narrativas nos podcasts e em textos. Temos três episódios focado em várias trindades:

O que você pode utilizar em seu conto para se adequar ao tema:

Deuses tríplices: Em várias mitologias e religiões encontramos deuses que são um e três ao mesmo tempo, e esse é um aspecto importante para tal divindade. Como Hécate (mitologia grega), a Deusa Tríplice da Wicca, Morrigan e Brigit da cultura celta.

Trio de deuses ou personagens: Existem muitos deuses e personagens míticos, que, apesar de serem diferentes entre si, formam um trio pela sua função ou parentesco. Inúmeros exemplos, como: os Ciclopes Urânios, as Górgonas, as Gréias, as Graças, as Fúrias, os juízes do submundo (Minos, Éaco e Radamanto). Ou então alguns trios cujo conceito se confunde com do exemplo anterior, as vezes representados como divindades diferentes, às vezes como uma única com três aspectos, exemplo disso temos o Trimurti hindu (que une Brahma, Vishnu e Shiva), as Moiras (deusas gregas do destino), e vários outros.

Mitos, lendas e contos folclóricos: O conto também poderá se basear em algum episódio folclórico ou mítico cujo o conceito de três seja relevante. Por exemplo o mito que conta origem das classes sociais pelo Heimdall, na cultura nórdica. Ou ainda exemplos clássicos de narrativas populares: três filhas de um rei; três desafios que o herói deve vencer para chegar ao seu objetivo; três objetos mágicos que se deve reunir; três cavaleiros que devem cumprir uma tarefa.

Simbologia: Também pode-se trabalhar sobre a simbologia do número três, não necessariamente em um personagem ou divindade. Exemplo disso é a triquetra celta, ou mesmo os trigramas orientais.

Conceitos triplos: Por fim, existe a possibilidade de usar como foco do conto, conceitos de nossa vida que se apresentam de forma tripla, como início, meio e fim, ou então criança, adulto e velho, e etc. Lembrando sempre de manter a relação com o mítico.

Tais exemplos servem como um guia, e não uma limitação. o limite é a tua criatividade. Surpreenda-nos! Mais uma vez, não aceitaremos meros recontos de mitos, eles devem nortear uma criação original. E também não basta utilizar três personagens, deuses ou elementos, apenas para dizer que são três. Eles tem que ter um relação mítica, e ter relevância para o conto.

Regulamento

Para participar, é preciso seguir algumas regras:

  • 1) O autor(a) precisa ter 18 anos ou mais.
  • 2) Cada conto só pode ter um autor(a).
  • 3) Não aceitaremos contos que infringirem direitos autorais.
  • 4) O texto deve ser escrito em formato de conto, e em prosa.
  • 5) O conto deve ser inédito, portanto não deve ter sido publicado anteriormente em nenhum formato, tanto físico quanto digital, seja pelo autor(a) que envia, ou outro(a).
  • 6) O conto deve ter no mínimo 1.000 (mil) palavras, e no máximo 8.000 (oito mil) palavras (desconsidera-se o título).
  • 7) O conto não deve possuir fotos nem ilustrações. Caracteres especiais são permitidos.
  • 8) O conto deve ser enviado até o final de 31/08/2019.
  • 9) O conto deve estar em português do Brasil, mas é permitido o uso de termos e frases em outras línguas caso a narrativa necessite.

Regulamento referente ao envio

  • 1) Envie para [email protected]
  • 2) Coloque o assunto do e-mail da seguinte forma:
    Antologia Volume 3 – [NOME do CONTO] – [NOME do AUTOR]
  • 3) No corpo do e-mail, escreva uma sinopse de seu conto. Os mitos/personagens o qual se baseou ou utiliza. E detalhe tudo o que achar importante para o entendimento do conto.
  • 4) No final do corpo do e-mail coloque seu nome completo.
  • 5) Em anexo, coloque sua história, em formato .doc ou .rtf

Mais alguns detalhes

  • 1) Os participantes não terão gastos e nem lucros com a publicação.
  • 2) O site Mitografias, todos os participantes do site ou organizadores dessa antologia não terão nenhum lucro direto com a publicação.
  • 3) Essa antologia não será inscrita no ISBN.
  • 4) Cada participante pode enviar quantos e contos quiser, mas apenas um poderá ser selecionado.
  • 5) Podem participar autores de qualquer localização e nacionalidade.
  • 6) Revisem seus textos. Obras com muitos erros de português facilmente serão desclassificadas.
  • 7) Serão aceitos contos de quaisquer gêneros literários, desde que se atenham à temática proposta.
  • 8) Não faremos censura prévia quanto a temas ou termos utilizados, mas a comissão avaliadora se reserva o direito de não aceitar o conto caso ache ofensivo.
  • 9) Recomendamos a formatação com espaçamento simples, fonte Times New Roman 12 e com negritos e itálicos necessários já aplicados.
  • 10) Os autores selecionados receberão, no devido momento, um contrato por e-mail, apenas para fins de formalidades de sua participação na antologia.
  • 11) Fique de olho nas redes sociais do Mitografias, pois ao longo do primeiro semestre faremos algumas apresentações e posts para explicar mais sobre o tema e tirar dúvidas.

Sobre a Avaliação

A comissão avaliadora se reserva o direito de aprovar ou rejeitar as obras enviadas de acordo com critérios internos e absolutos. Os autores selecionados serão informados via e-mail, dentro de um mês após o fim do prazo de inscrição.

O conto que melhor representar a temática da antologia, segundo os critérios da comissão, servirá de base para a capa.

Como será Publicado?

A antologia, com todos os contos selecionados, será publicada no próprio site Mitografias em formato digital (PDF, EPUB, MOBI), obviamente sem nenhum gasto para os participantes. O objetivo desse projeto é de incentivar os atuais e futuros escritores, apresentar o site do Mitografias para um novo público e divulgar novas histórias, sempre com elementos mitológicos.

O projeto não tem fins lucrativos. Será disponibilizado no Mitografias de forma gratuita, o único passo necessário é fazer um compartilhamento nas redes sociais (Facebook ou Twitter) para poder baixar um exemplar.

Equipe Organizadora

A organização desta antologia é de responsabilidade de Leonardo Tremeschin, Lucas Ferraz, e Andriolli Costa, e com auxílio de Isa Prospero e Rodrigo Rahmati na avaliação e revisão dos contos recebidos.

LEONARDO TREMESCHIN é mitógrafo, desenvolvedor WordPress, podcaster e editor. Formado em Audivisual e Análise de Sistemas. É o criador e diretor do Mitografias. Leonardo é um entusiasta e pesquisador de mitologias há mais de 15 anos. Com uma visão cética do mundo, sempre buscou o aspecto antropológico das mitologias e religiões, com objetivo de entender o motivo de tais civilizações terem suas crenças, analisando suas diferenças e semelhanças. Edita e comanda os podcasts do Mitografias faz 10 anos, sendo idealizador do Papo Lendário, do Religare e do Manual dos Monstros, e também é membro do podcast Mundo Freak Confidencial

ANDRIOLLI COSTA é jornalista, contador de histórias e editor do blog O Colecionador de Sacis, onde aborda os diversos aspectos da cultura popular brasileira. Foi ainda apresentador do podcast Popularium, produzido em parceria com o Mundo Freak. Organizou em 2017 a revista Saci Pererê – 100 anos do Inquérito, com contos, ilustrações e matérias envolvendo o saci no contemporâneo. Dirigiu também três curtas-metragens inspirados em mitos e lendas: Enterros (2015), O Colecionador de Sacis (2016) e Medusa (2017). Seu projeto mais recente, o Folclore Nu, reconta mitos e lendas a partir de ensaios de nu artístico.

ISA PROSPERO é revisora e tradutora. Nasceu em Piracicaba – SP, mas mora em São Paulo há quase uma década, onde acumula livros e ideias. É coautora do juvenil Volto quando puder (editora Hoo) e autora de diversas histórias de fantasia engavetadas ou em revisão. Escreve para o blogsemserifa.com e seus trabalhos e publicações podem ser encontrados em isaprospero.com.

LUCAS RAFAEL FERRAZ é podcaster no Papo Lendário, e é editor-assistente na Revista Trasgo. Também é escritor e tem vários contos publicados em antologias.

RODRIGO RAHMATI é formado em Gestão Ambiental e servidor público praticamente desde sempre. Além de escritor, é podcaster, fotógrafo, desenhista, dançarino de folclore árabe, karateka e derbakista. Tem vários contos publicados — quase todos com elementos de fantasia, ficção científica e terror, em maior ou menor grau — e dois romances: O arquivo dos sonhos perdidos, de 2016, e Nefelibata ou O fotógrafo, de 2017. Além disso, é co–editor e revisor dos contos do site Leitor Cabuloso, co–host do podcast SobrEscrever e host do podcast Rock Pelo Mundo.